Ortodontia Lingual

A Ortodontia tem como finalidade posicionar correctamente os dentes, podendo ser realizada em crianças e adultos. O tratamento é possível, porque a movimentação dos dentes com a ajuda de aparelhos ortodônticos, não é condicionada pela idade.

Os aparelhos ortodônticos podem ser do tipo removível com acção limitada, e fixos com acção e controle maiores sobre a movimentação dentária.

Os aparelhos fixos convencionais são colocados na face visível dos dentes, mas podem também ser colocados na sua face interna. A esta técnica chamamos de Ortodontia Lingual.

Há mais de 30 anos dois ortodontistas, um japonês e um norte-americano propuseram simultaneamente, a colocação de aparelhos fixos pela face lingual (face interna) dos dentes.
Com finalidades bem distintas, Kinja Fujita no Japão, pretendia proteger os seus pacientes que praticavam artes marciais de lesões nos lábios, e Craven Kurz com consultório em Hollywood, visava esconder o “sorriso metálico” dos artistas. Com recursos escassos e com pretensões nada modestas a Ortodontia Lingual tem o seu início.

Devido à falta de conhecimentos específicos, a Ortodontia Lingual foi deixada de lado durante mais de duas décadas. Algumas grandes empresas continuaram a investir em pesquisas para tornar viável um sistema de tratamento ortodôntico eficiente, confortável e totalmente estético para o paciente.

O comprometimento estético da Ortodontia convencional é algo notório (apesar dos aparelhos fixos em cerâmica diminuírem esse impacto), visto que grande parte da população adulta procura melhorar o sorriso, com um tratamento estético. A técnica lingual supre a exigência desse público através de um tratamento discreto e praticamente invisível.

Assim como ocorre com qualquer outro tipo de aparelho ortodôntico, no início do tratamento o paciente pode sentir algum desconforto (variando de caso a caso). Para a maioria dos pacientes este período de adaptação é curto; após 1 semana voltam a falar e a mastigar normalmente.

A Ortodontia Lingual requer instrumentos próprios e um ortodontista especialmente treinado nesta técnica. A maioria dos pacientes são bons candidatos a um aparelho lingual. O tempo de tratamento é comparável ao dos aparelhos convencionais.
 

Copyright © 2012 www.maiasorriso.com | Créditos MaiaSorriso